Portugal (PT)
  • Destaques

    COVID SAFE para restabelecer a confiança

    Obtenha a sua marca COVID SAFE e restabeleça a confiança dos seus clientes, colaboradores e parceiros empresariais!

    A marca COVID SAFE garante o cumprimento, pelas organizações, das orientações das autoridades sanitárias e de trabalho relativamente à saúde e segurança no contexto da pandemia COVID-19.

    Ler mais.

Tagged em
28 Jan. 2020

Montepio Crédito | Uma organização pode viver sem ter um sistema de gestão da qualidade certificado?

Pode. Mas ao obter uma certificação da qualidade, aprendemos, assumimos compromissos e somos mais exigentes connosco.

O Processo de Certificação da Qualidade foi assumido pelo Conselho de Administração do Montepio Crédito como um dos objetivos estratégicos para o ano de 2019, sendo um passo determinante para posicionar a empresa como a insti-tuição de crédito especializado que se diferencia pelo seu objetivo de continuamente melhorar os seus processos de trabalho, a sua eficiência e a qualidade dos serviços que presta aos seus clientes e aos seus parceiros.

É um compromisso que assumimos com os nossos stakeholders – sejam estes Clientes, Trabalhadores, Parceiros, Acio-nista ou Entidades de Supervisão - comprometendo-nos coletivamente a efetuar as “coisas bem-feitas” de forma sus-tentada e sistemática.

O desafio colocado à instituição, que naturalmente envolveu cada um dos seus trabalhadores, previa a obtenção da respetiva Certificação da Qualidade em ISO 9001:2015, até ao final de dezembro de 2019, o que foi plenamente alcan-çado.

Tal objetivo não é, no entanto, encarado como um fim em si mesmo, mas sobretudo como o início de um caminho, árduo e exigente que deverá, sempre, ter o cliente como principal foco, prolongando-se no tempo naquilo a que se designa como a “espiral da qualidade” ou “processo de melhoria contínua”.

O processo de implementação, teve início com a criação do Gabinete da Qualidade e afetação dos respetivos recursos, aos quais foi facultada a necessária formação, ministrada pela APCER, para que obtivessem os conhecimentos adequa-dos e se familiarizassem com todos os aspetos das normas ISO série 9000.

Após esse período optou-se ainda pela seleção de um parceiro externo com competências neste domínio e que nos apoiasse durante o processo, garantindo uma abordagem assertiva e pragmática na implementação e desenvolvimento do sistema.

O trabalho de implementação incidiu, entre outros, nos seguintes aspetos:

- Apresentação e sensibilização a todos os trabalhadores da empresa às Normas da Qualidade da família ISO 9000;
- Definição da Política da Qualidade e do respetivo âmbito de certificação, pelo Conselho de Administração;
- Identificação dos processos existentes e respetivos objetivos, bem como dos fatores de sucesso interno, os riscos e oportunidades e também a identificação dos respetivos indicadores de desempenho;
- Identificação das partes interessadas, após o que se definiram os requisitos e expectativas;
- Construção dos indicadores de desempenho;
- Elaboração de toda a documentação de suporte ao SGQ;
- Início da utilização das ferramentas e aplicação dos respetivos normativos.

Como comecei por referir, este foi um percurso com sucesso, apesar de exigente. Foram vários os desafios com que nos deparamos, de que posso destacar a quantificação dos indicadores de desempenho, a transformação de tarefas inerentes à atividade da instituição em verdadeiras “práticas de processos”, a manutenção de uma prática de retenção e registo de informação documentada, e por fim e de forma recorrente a metodologia de análise de riscos e oportuni-dades, como forma de resolver ou antecipar problemas e encontrar soluções para os evitar.

O grande desafio deste projeto é fazer com que a instituição em geral e cada trabalhador em particular assuma o desafio de ser um ator da mudança e apresente sugestões de melhoria e transformação, que contribuam para alteração de processos de trabalho, eliminação de tarefas redundantes e ou de erros, entre outros, já que cada um, no seu posto e na execução das suas tarefas, sabe como ninguém as melhorias que deverão ocorrer, para otimizar o seu trabalho, aumentar a eficiência e rentabilidade, diminuir a probabilidade de ocorrência de erros e principalmente, aumentar a satisfação dos clientes, quer externos quer internos.

Agora que ostentamos com grande orgulho o Selo da Qualidade, e procurando enunciar as principais vantagens, diria que as mesmas se encontram sintetizadas, de forma muito clara, na Política da Qualidade que criamos para a nossa instituição:

- Transmitir aos clientes e parceiros de negócio a confiança de que possuímos a capacidade técnica e humana de fornecer, de forma consistente e sistemática, o nível de Qualidade exigido para satisfazer as suas necessidades e expectativas, adaptando a oferta de serviços;
- Promover a motivação e participação de todos os trabalhadores da empresa, estimulando a capacidade de ini-ciativa, o trabalho em equipa, a formação profissional e a elevada competência técnica e humana;
- Assegurar o funcionamento do Sistema de Gestão da Qualidade, baseado na norma NP EN ISO 9001:2015, que garanta o cumprimento dos Objetivos da Qualidade numa perspetiva de melhoria contínua;
- Compromisso no cumprimento dos requisitos da Norma da Qualidade NP EN ISO 9001:2015 e dos requisitos legais e regulamentares aplicáveis à nossa área de atividade. 

 

Pedro Gouveia Alves
Presidente do Conselho de Administração
Montepio Crédito

 

PEDRO Montepio

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Conheça as mais recentes certificações APCER

Download PDF

Newsletter APCER

Receba todas as novidades por email

Fale connosco

Entre em contacto para pedido de informação ou proposta comercial

Este website utiliza cookies para melhorar a sua performance, análise de tráfego e otimizar a experiencia do utilizador. Ao usar este website, concorda com a sua utilização
Mais informação Concordo